BlogArte

Prontinho a Estrear!!! Dezembro 30, 2008

Filed under: Uncategorized — Ana Catarina @ 7:00 pm
Tags: , ,

Pois é… aproxima-se mais um ano… prontinho a estrear 🙂

O que dizer de 2008? Hummm… a sensação que tenho é que foi um ano cheio de acontecimentos, mas o melhor está mesmo à frente dos vossos olhos… Este blog, que mesmo tendo um arranque tímido, muiiiiiiiiiiito tímido, já tem muitos artigos de grande qualidade. Parabéns a todos! 😀

E agora, sem mais delongas…

FELIZ ANO NOVO!!! 😀

 

Tomás Taveira Dezembro 29, 2008

Filed under: Uncategorized — heshimuevans @ 9:04 am

 

                                       Tomás Taveira

 

                                      

Tomás Taveira exerce arquitectura há mais de trinta anos, julgo eu. Sempre fez obras exuberantes na forma e, sobretudo, no cromatismo. Estas características têm sido continuadamente procuradas e acentuadas ao longo do seu percurso profissional, demonstrando uma certa coerência e não apenas um desejo gratuito de moda, o que joga em seu favor.

 Acho que sempre procurou ser polémico. Foi, de resto, a polémica que lhe deu notoriedade: primeiro com as Amoreiras, o seu projecto mais mediático; segundo com a cassete onde, de uma forma involuntária e nada arquitectónica, pôs este país a falar de arquitectura. Justiça lhe seja feita!

 E Tomás Taveira tem o mérito de ter sabido gerir a polémica em torno de si e da sua obra. Além de polémico tem sido empreendedor, combativo e atento às oportunidades. Talvez seja apenas isto e não uma “grande cunha” a chave do seu sucesso.

 

 Formou-se pela Escola Superior de Belas-Artes de Lisboa e pelo Massachusetts Institute of Technology nos EUA. Segue o estilo pós-moderno, com edifícios espelhados e elementos geométricos de cores garridas. Desenhou três novos estádios do Euro 2004(Leiria,Alvalade e Aveiro).

 

 

 Estádio Magalhães Pessoa(Leiria)

 

 Estádio Municipal(Aveiro)

 

                     

Estádio José Alvalade(Lisboa) 🙂

  <object width=”425″ height=”344″><param name=”movie” value=”http://www.youtube.com/v/WPwu0kKRdqw&hl=pt-br&fs=1″></param><param name=”allowFullScreen” value=”true”></param><param name=”allowscriptaccess” value=”always”></param><embed src=”http://www.youtube.com/v/WPwu0kKRdqw&hl=pt-br&fs=1” type=”application/x-shockwave-flash” allowscriptaccess=”always” allowfullscreen=”true” width=”425″ height=”344″></embed></object>

                                                                                        Luís Vicente

 

 

O Museu de arte de Nova Orleães Dezembro 24, 2008

Filed under: Uncategorized — heshimuevans @ 8:05 am
Tags: , ,

 

                                               O museu de arte – Nova Orleães

 

 

  Nova Orleães ou Nova Orleans é a maior cidade do estado norte-americano de Luisiana. A Nova Orleães foi fundada originalmente por exploradores franceses, com o nome de Nouvell e Orléans. Está localizado no sudeste do Estado, ao sul do Lago Pontchartrain, no ponto mais baixo do estado. A cidade é co-existente com a Paróquia de Orleães. Segundo o censo americano de 2000, a população da cidade é de 484 674 habitantes, e sua região metropolitana possui 1 337 726 habitantes.

  Nova Orleães é uma cidade conhecida pelo seu legado multicultural e foi afectada pelo furacão furacão Katrina em 29 de agosto de 2005, de categoria 5.

 Nova Orleães explora muito a indústria e passa por ela o rio Mississipi.

 

 <div style=”width:425px;text-align:left” id=”__ss_194102″><a style=”font:14px Helvetica,Arial,Sans-serif;display:block;margin:12px 0 3px 0;text-decoration:underline;” href=”http://www.slideshare.net/jmeirelles/katrina-194102?type=powerpoint” title=”Katrina”>Katrina</a><object style=”margin:0px” width=”425″ height=”355″><param name=”movie” value=”http://static.slideshare.net/swf/ssplayer2.swf?doc=katrina-1196946280677355-3&stripped_title=katrina-194102” /><param name=”allowFullScreen” value=”true”/><param name=”allowScriptAccess” value=”always”/><embed src=”http://static.slideshare.net/swf/ssplayer2.swf?doc=katrina-1196946280677355-3&stripped_title=katrina-194102” type=”application/x-shockwave-flash” allowscriptaccess=”always” allowfullscreen=”true” width=”425″ height=”355″></embed></object><div style=”font-size:11px;font-family:tahoma,arial;height:26px;padding-top:2px;”>View SlideShare <a style=”text-decoration:underline;” href=”http://www.slideshare.net/jmeirelles/katrina-194102?type=powerpoint” title=”View Katrina on SlideShare”>presentation</a> or <a style=”text-decoration:underline;” href=”http://www.slideshare.net/upload?type=powerpoint”>Upload</a> your own. (tags: <a style=”text-decoration:underline;” href=”http://slideshare.net/tag/katrina”>katrina</a> <a style=”text-decoration:underline;” href=”http://slideshare.net/tag/furac-o”>furacão</a>)</div></div>

                                                 

 Mas eu quero falar sobre a arte. Neste caso, Nova Orleães tem dois museus de arte, sendo um deles mencionado aqui a baixo.

 O museu é um espaço de madeira e vidro, com clima de clube, que rende homenagem a um dos passatempos favoritos dos EUA, expondo centenas de artefatos relativos a coquetéis colecionados por Haigh ao longo de várias décadas. Estão expostas coqueteleiras antigas, jornais da época da Lei Seca, garrafas de uísque singulares e algumas das receitas de coquetéis e instrumentos de bar mais antigos do país.

  A inauguração do museu coincidiu com o fim de um ‘festival’ de cinco dias de degustações de coquetéis e seminários de barmen em Nova Orleans. O evento foi batizado de ‘Tales of the Cocktail’ (Histórias do Coquetel).

 

 

A Ria de Aveiro Dezembro 23, 2008

Filed under: Uncategorized — heshimuevans @ 6:14 pm
Tags: , ,

                                       A ria de Aveiro

 

A ria de Aveiro estende-se, pelo interior, paralelamente ao mar, numa distância de 45 quilómetros e com uma largura máxima de onze quilómetros, no sentido Este-Oeste, desde Ovar até Mira.

A Ria é o resultado do recuo do mar, com a formação de cordões litorais que, a partir do século XVI, formaram uma laguna que constitui um dos mais importantes e belos acidentes hidrográficos da costa portuguesa.

 

                                         

Abarca onze mil hectares, dos quais seis mil estão permanentemente alagados, desdobra-se em quatro importantes canais ramificados em esteiros que circundam um sem número de ilhas e ilhotes. Nela desaguam o rio Vouga, o Antuã, o Boco e o Fontão, tendo como única comunicação com o mar um canal que corta o cordão litoral entre a Barra e S. Jacinto, permitindo o acesso ao Porto de Aveiro, de embarcações de grande porte.

 

                                       

     

Rica em peixes e aves aquáticas, possui grandes planos de água, locais de eleição para a prática de todos os desportos náuticos. Ainda que tenha vindo a perder, de ano para ano, a importância que já teve na economia aveirense, a produção de sal, utilizando técnicas milenares, é, ainda, uma das actividades tradicionais mais características de Aveiro.

 

                                                                                                  Luís Vicente

 

 

 

 

 

 

Miami

Filed under: Uncategorized — jorge sousa @ 11:12 am

             Vou fazer o trabalho sobre a específica cidade de Miami que eu apesar de nunca ter ido lá,gostava de ir.

              Vou colocar algumas das imagens da cidade de Miami:

 

-Aqui está o centro da cidade de Miami.

 

 

 

 

             -Mais uma imagem da cidade de Miami.

 

 

 

-Outra imagem da cidade de Miami.

 

 

-Iluminada a cidade de Miami.

 

 

-Fabulosa arquictetura da cidade de Miami.

 

 

-Esta relva de Miami,que serve como golfe.

 

 

-Uma das casas na praia de Miami.

 

             Tentei resumir a cidade de Miami em poucas imagens.

             Acho que já dá para terem a ideia de como é esta cidade de Miami.

                                                                                                   Jorge Sousa!

 

Oh! Oh! Oh! Feliz Natal!!!! Dezembro 22, 2008

Filed under: Uncategorized — Ana Catarina @ 12:52 pm
Tags: , ,

Bem sei que já estamos em modo natalício há algum tempo aqui no blog mas… agora é que é. A noite de Natal é já depois de amanhã!!! 😀

Para vos desejar umas Boas Festas, aqui fica o vídeo mais natalício do filme “O Conto de Natal dos Marretas”… em inglês 😉

Feliz Natal e um Bom Ano Novo! 😀

 

Juarez Machado Dezembro 21, 2008

Filed under: Uncategorized — heshimuevans @ 8:19 pm
Tags: , ,

                                          Juarez Machado

 

 

                   

 

 

Juarez Machado (Joinville / Santa Catarina, 16 de março de 1941), pintor, escultor, desenhista, mímico, caricaturista, cenógrafo, escritor, fotógrafo, ator e designer. Passou sua infância em Joinville na companhia da mãe Leonora e de seu irmão Edson. Seu pai era caixeiro viajante, trabalho que o ausentava bastante.

Aos 14 anos, trabalhou em uma oficina gráfica, no setor de produções de rótulos de remédios, embalagens e cartazes para laboratórios. Nesse processo de criação, entre pincéis, tintas e papéis, um profissional estava sendo formado.

Como sua cidade natal era muito pequena, com características do velho mundo (grande parte da população era de origem alemã sendo, consequentemente, sua arquitetura semelhante a da germânica), Machado resolveu explorar outras cidades, indo assim para Curitiba aos 18 anos. Matriculou-se na Escola de Música e Belas Artes do Paraná. Logo ao se formar, realizou sua primeira individual na Galeria Cocaco de Curitiba, dando início a sua carreira de contínuo sucesso.

Em 1965, mudou-se para o Rio de Janeiro – cidade que, como São Paulo, tinha maiores oportunidades e era onde tudo estava acontecendo – conseguindo, aos poucos, conquistar seu espaço.

Mudou para Paris em 1978, onde fez seu terceiro ateliê – deixando o de Joinville e o do Rio de Janeiro (ambos em atividade) – mas antes, visitou Nova York, Londres, Itália, Dinamarca, Chipre, Israel e Grécia onde tomou partido dos acontecimentos do universo artístico de cada região.

Ganhou o prêmio da 5ª Bienal de Arte da Itália, prêmio Cenários em Televisão, o prêmio “Barriga Verde” de Artes Plásticas de Santa Catarina, o prêmio Nakamori (Japão) pelo melhor livro infantil, entre outros.

Sua cidade natal (Joinville), deu-lhe o título de Cidadão Honorário em 1982, e o presidente da República concedeu-lhe a Ordem do Mérito de Rio Branco, em 1990.

Entre os sucessos de suas exposições, sua única reclamação é sobre o conservadorismo dos museus que, até hoje, não valorizam artistas do Novo Mundo provocando uma certa ausência de artistas da América do Sul.

Em relação a sua vida pessoal, Machado é orgulhoso em afirmar seu forte apego à família. Seus filhos, influenciados pela profissão do pai, optaram por seguir áreas de comunicação como: produção de vídeos, cinema e TV e especialista em computação gráfica e desenhos animados.

Com seu talento artístico, Juarez terá ainda várias décadas de pintura pela frente, continuando a aumentar nossa riqueza artística e cultural.

Algumas das suas pinturas:

 Photobucket - Video and Image Hosting

 

E:

Photobucket - Video and Image Hosting

 

 

                                                                                               Luís Vicente