BlogArte

Degas Novembro 23, 2008

Filed under: Uncategorized — jorge sousa @ 9:45 pm

  degas

      Edgar Degas nasceu em Paris em 19 de julho de 1834. Proveniente de uma rica família de banqueiros, teve a educação da classe alta no Lycée Louis le Grand. Depois de estudar direito por pouco tempo, decidiu tornar-se um artista, trabalhando com mestres conceituados e passando muitos anos na Itália, considerada então a “escola de aperfeiçoamento” das artes.

      Na década de 1860, Degas já estava produzindo excelentes retratos, em detalhes observados e caracteristicamente originais em sua composição. Mas as ambições do artista ainda trilhavam os caminhos do sucesso convencional – Na França do século XIX, isto significava ter suas pinturas aceites para serem mostradas no Salão oficial.

     Consequentemente, Degas pintava o tipo de trabalho que tinha maior prestígio no Salão: grandes peças detalhadas e convencionais sobre tópicos históricos, tais como “Os jovens Espartanos e Semíramis Fundando uma cidade”.

     Somente no final da década de 1860 Degas começou a explorar temas “modernos”, que eram considerados pelo sistema da arte como um tanto triviais e sem nobreza. Entretanto, Degas estava um pouco atrás de seu amigo e rival Edouard Manet em ser um “pintor da vida moderna”, e sempre se restringiu a um punhado de temas – retratos, as corridas, o teatro, a orquestra, senhoras na chapelaria, lavadeiras, o nu e sobretudo o balé. Degas é sempre actual, e suas pinturas têm um semelhança familiar sem jamais aparentarem ser muito parecidas.

degasquadro    –  A Estrela.

       As técnicas de Degas eram altamente originais, embora devessem algo à grande moda de gravuras japonesas do século XIX e à emergente arte da fotografia. Retratando seus temas a partir de ângulos incomuns(muitas vezes de um ponto de vista bem elevado), quase sempre posicionava de forma descentralizada; e, em vez de inserir os objetos periféricos de modo organizado no enquadramento da pintura, fazia cortes diretamente sobre eles. O efeito é o de uma fotografia, capturando um momento fugaz; os objetos semi-aparentes nas bordas do quadro fornecem a ilusão de que a cena continua para além da moldura.

     Embora as pinturas de Degas aparentem ser espontâneas, elas eram na verdade produções de estúdio cuidadosamente planeadas, construídas a partir de muitos estudos. 

     Em 1874, Degas fez seu gesto público mais célebre, tornando-se um dos principais organizadores de uma exposição independente, realizada em oposição ao Salão. Mais tarde, ela se tornaria conhecida como a primeira Exposição Impressionista, por causa do destaque obtido por Monet, Renoir e outros artistas que pintavam paisagens um tanto fugidias e atmosféricas ao ar livre. Degas desaprovava seus trabalhos (ele via a exposição como um “Salão Realista”), mas não deixou de participar de todas as mostras impressionistas – excepto uma – entre 1874 e 1886. Ironicamente, hoje é frequentemente considerado como um dos impressionistas.

     Já no início da década de 1870 Degas apresentava problemas com sua visão, e nos anos 1880 ela se deteriorava alarmantemente. Mas ele continuou a trabalhar muito, embora cada vez mais com o pastel, meio menos desgastante fisicamente. Encontrou uma variedade não-imaginada de efeitos de cores e texturas, e seus trabalhos feitos com pastel são tão reconhecidos quanto suas pinturas a óleo. Isto também é verdadeiro para as esculturas de Degas: traduziu as bailarinas e os nus que tão frequentemente desenhou para estatuetas lindamente modeladas.

    Degas sempre foi uma personalidade amarga, de humor cruel, distante e com consciência de classe social. Embora tivesse um dom para a amizade com umas poucas felizardas, nunca se casou. Na década de 1890 tornou-se cada vez mais isolado, mas foi capaz de trabalhar até cerca de 1912. Seus últimos anos foram patéticos: passou muito de seu tempo vagando pelas ruas de Paris, famoso, mas indiferente à sua fama e quase alheio à Guerra Mundial que assolava o norte. Morreu em 27 de setembro de 1917.

Anúncios
 

14 Responses to “Degas”

  1. jorge sousa Says:

    Gostam do meu artigo?
    Comentem-no!

  2. Catarina Gomes Says:

    Gostei de ver a obra de Degas que escolheste para pôr no teu artigo Jorge. É uma das minhas pinturas preferidas 🙂
    Agora que aprendi que Degas gostava de usar ângulos fora do comum para criar o efeito da imagem ter sido captada num momento breve, como uma fotografia, já vou começar a olhar para as suas pinturas de forma diferente. Além de apreciar a estética, vou passar também a apreciar o modo como ele usou os ângulos.
    Como vêem… não são só vocês que aprendem por aqui 😉

  3. tiagocv Says:

    esta original e interessante 😀

  4. tiagocv Says:

    quase foi buscar uma lupa para ler isto 🙂

  5. inespucca Says:

    pois

  6. jorge sousa Says:

    Eu acho que se vê bem,mas respeito a vossa opinião e até podem ter razão.

  7. tiagocv Says:

    na estou a criticar pois pode ter sido para poupar espaço ou porque tu gostas .respeito as opiniões das outras pessoas 🙂

  8. Catarina Gomes Says:

    Eu também acho que a letra está uma cadito pequena mas eu… enfim… já tenho mais uns anitos e os meus olhos já não são o que eram 😀

  9. tiagocv Says:

    exacto stora 😉

  10. ines Says:

    esta ai alguem

  11. tiagocv Says:

    tou eu!!!!!
    inicia a sessão para se ver a foto 😉

  12. ritinhah Says:

    também gosto muito da obra que puseste no artigo!
    também acho que a letra esta um naadita pequenina, mas ainda se vê bem! 🙂

  13. diogochumbo Says:

    tambem gosto do artigo e tambem acho que a letra ta um bocadinho pequena 🙂

  14. tiagocv Says:

    este artigo tem muitos poucos comentários


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s